21°C 34°C
Teresina, PI
Publicidade

Estudante agredida presta depoimento e recebe ligações do suspeito na delegacia

A estudante e sua família dizem esperar que a Justiça seja feita.

11/05/2023 às 13h10
Por: Redação RI Fonte: Cidade Verde
Compartilhe:
Foto: Renato Andrade
Foto: Renato Andrade

Muito emocionada a estudante Victoria Aparecida Soares Batista falou com a imprensa após prestar depoimento sobre as agressões que sofreu do namorado, Matheus Victor da Silva Alencar, filho do delegado Sérgio Alencar.

"Eu não sei nem o que dizer, eu só sinto medo, medo, medo. Nada vai acontecer, filho de delegado, o que vai acontecer? Eu acho que a próxima entrevista vai ser os meus pais, falando que eu morri", diz Vitória Aparecida.

A jovem ficou por quase duas horas na Delegacia da Mulher do bairro Dirceu, na zona Sudeste, e afirmou à imprensa que, enquanto esteve no local, o suspeito ligou para ela e para os seus pais, além de ter enviado várias mensagens pedindo para a jovem "parar com isso" e perguntava em que delegacia ela estava.

Amparada pelos pais e pelo advogado, a estudante relembrou agressão sofrida ontem por volta de 7h30.

Segundo Victoria, ela e Matheus estavam num restaurante onde as ameaças teriam começado. "No restaurante ele falava 'entra no carro agora ou eu vou atirar em todo mundo'. Tentou me colocar a força no carro dele. Quando eu fui ao banheiro ele me trancou no banheiro. Ele não me deixava entrar no uber, ele entrou no uber comigo, ele se 'enganchou na janela do uber'. Ele seguiu o uber. Num sinal ele desceu do carro dele e tentou abrir o carro do uber. Eu pedi para o uber acelerar", relembra Victória.

Assim que chegou no apartamento da família, no bairro São João, Victoria avisou ao porteiro do prédio que a entrada de Matheus estava proibida. Mesmo assim, o empresário invadiu o condomínio e começou a bater na porta do apartamento da família da estudante. 

"Quando eu cheguei em casa eu pensei que estava segura. Eu avisei na portaria que a entrada dele estava proibida. Eu pensei em me jogar pela varanda. Eu pensei que era melhor isso do que deixar ele me matar. Ele derrubou a porta do apartamento da minha mãe. Ele tentou me matar. E parece que não vai acontecer nada", relembra a jovem. 

Quando Matheus arrombou a porta do apartamento a mesma acertou o rosto de Victoria. Ferida a estudante pediu que ele fosse embora, mas não foi atendida. Ela conseguiu fugir para a área comum do prédio e entrou no carro de um morador que estava entrando no condomínio. Segundo a estudante, Matheus usou o seu carro, uma BMW, para invadir o condomínio e bateu no carro do seu vizinho e nos carros de outros moradores.

A estudante e sua família dizem esperar que a Justiça seja feita. "Primeiro eu espero de Deus que eu fique viva, porque eu sei que a autoridade é o pai dele, o delegado. E se existir Justiça que aconteça Justiça", disse Victoria. 

A estudante também usou as câmeras para mandar um recado a Matheus. "Matheus fala o motivo, fala o motivo. Você tinha ciúmes porque? Tenta provar alguma coisa. Vai, fala. Porque eu pagava por algo que nunca existiu?"

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Teresina, PI
27°
Tempo limpo

Mín. 21° Máx. 34°

28° Sensação
5.14km/h Vento
61% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
05h57 Nascer do sol
05h47 Pôr do sol
Ter 35° 22°
Qua 36° 23°
Qui 33° 25°
Sex 35° 22°
Sáb 29° 22°
Atualizado às 09h06
Economia
Dólar
R$ 5,42 +0,88%
Euro
R$ 5,82 +0,86%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,08%
Bitcoin
R$ 375,777,62 -0,83%
Ibovespa
118,886,53 pts -0.65%
Publicidade