Geral Covid-19

MP pede que polícias adotem medidas sobre desrespeito ao uso de máscara em Teresina

Pedido feito pelo MP destaca a fiscalização, principalmente, em locais de maior concentração de praticantes de atividades físicas, como a Avenida Raul Lopes na zona Leste da capital

14/04/2021 15h03
Por: Redação Fonte: Ascom
MP pede que polícias adotem medidas sobre desrespeito ao uso de máscara em Teresina

O Ministério Público do Piauí (MPPI) expede recomendação exigindo fiscalização policial e da Vigilância Sanitária sobre o uso das máscaras de proteção facial nas ruas de Teresina. O decreto Estadual, o qual dispõe sobre medidas sanitárias, determina o uso obrigatório de máscaras nos deslocamentos ou permanência em vias públicas ou em locais onde circulem outras pessoas.

O pedido feito pelo MP destaca a fiscalização, principalmente, em locais de maior concentração de praticantes de atividades físicas, como a Avenida Raul Lopes na zona Leste da capital.

“Diante da urgência na adoção de medidas para conter o avanço descontrolado da covid-19 e do descumprimento pela população teresinense do uso obrigatório de máscaras nas vias públicas, o órgão recomenda adoção de estratégias de fiscalização do uso efetivo e correto de máscaras de proteção facial em vias públicas, além de educar e conscientizar a população desta medida sanitária”, destacou o MP em nota divulgada. 

A recomendação administrativa é direcionada ao comandante geral da Polícia Militar do Estado do Piauí, coronel Lindomar Castilho; ao comandante geral da Guarda Civil Municipal de Teresina, coronel Nixon Frota; à diretora de Vigilância Sanitária Estadual(DIVISA), Tatiana Vieira Sousa Chaves e à gerente de Vigilância Sanitária Municipal (GEVISA), Larisse Kelly Vitório Melo Portela.

Ao final da recomendação, o promotor de Justiça Eny Pontes, responsável pela 29ª PJ, adverte que a não observância da recomendação implicará na adoção das medidas judiciais cabíveis. O presidente de FMS deve encaminhar à 29ª Promotoria de Justiça de Teresina informações quanto à adoção das medidas administrativas para o pleno atendimento da recomendação no prazo de 5 dias.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.