Geral Pandemia

Sesapi divulga 50 municípios com maior taxa de transmissão do novo coronavírus

O mapeamento dessas cidades foi realizado através de um estudo da Universidade Federal do Piauí (UFPI), em todos os territórios do Estado onde foi diagnosticado os índices de transmissibilidade.

16/04/2021 11h31
Por: Redação Fonte: Cidade Verde | Sesapi
Sesapi divulga 50 municípios com maior taxa de transmissão do novo coronavírus

50 municípios piauienses, que apresentam uma maior taxa de transmissibilidade do novo coronavírus, vão receber um maior monitoramento da Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi). A primeira ação é intensificar as ações do programa Busca Ativa. 

O mapeamento dessas cidades foi realizado através de um estudo da Universidade Federal do Piauí (UFPI), em todos os territórios do Estado onde foi diagnosticado os índices de transmissibilidade. 

As cidades que irão receber um trabalho mais intenso do programa Busca Ativa são: Território Chapada das Mangabeiras (Eliseu Martins); Território dos Cocais (Piripiri, Lagoa do São Francisco, Piracuruca, Esperantina, Pedro II e Domingos Mourão); Território Entre Rios (Altos, São Miguel da Baixa Grande, Boqueirão do Piauí, José de Freitas, São Pedro do Piauí, São Félix do Piauí, Teresina, Miguel Alves, Lagoinha do Piauí, Nossa Senhora de Nazaré, Santo Antônio dos Milagres, São Gonçalo do Piauí, Beneditinos, Aroazes, Monsenhor Gil, Lagoa do Piauí, Agricolândia e Demerval Lobão); Território Planície Litorânea (Ilha Grande, Luís Correia e Parnaíba); Território Serra da Capivara (Lagoa do Barro do Piauí e Jurema); Território Vale do Canindé (Conceição do Canindé, Simplício Mendes, Oeiras e Santo Inácio do Piauí); Território Vale do Rio Guaribas e Vale do Rio Itaim (Marcolândia, Vera Mendes, Alegrete do Piauí, Simões e Belém do Piauí); Território dos rios Piauí e Itaueiras e Tabuleiros do Alto Parnaíba (Landri Sales, Manoel Emídio, Bertolínia, Guadalupe, Pavussu, Uruçuí, Antônio Almeida, Rio Grande do Piauí e Canavieira).

As ações foram discutidas durante uma reunião nesta quinta-feira(15) entre a Sesapi, UFPI e Fundação Municipal de Saúde de Teresina (FMS). Teresina terá uma atenção especial, por ser a cidade com maior número de casos e óbitos pela covid-19. 

"Teresina é o centro do nosso estado onde está a maior concentração da população e dos serviços de saúde, consequentemente, por isso vamos trabalhar de forma integrada com a FMS para que possamos contornar e desafogar a rede hospitalar o quanto antes, uma vez que, com o controle da doença a ocupação de leitos e a fila de espera tendenciam a cair", ressalta o superintendente de Organização do Sistema de Saúde, Jefferson Campelo. 

Jefferson destaca que a regionalidade será levada em conta, direcionando ações diferenciadas para cada setor nas cidades onde há uma transmissão maior do vírus. “Este é um trabalho importantíssimo para que possamos ter uma redução da transmissibilidade do vírus e um controle da pandemia", destaca o superintendente. 

As equipes do programa Busca Ativa vão atuar auxiliando os municípios com testagem, isolamento e orientação da população sobre a prevenção ao coronavírus.

"A nossa ação é promoção, prevenção e rastreamento de casos de forma rápida para podermos diagnosticar precocemente e que não haja necessidade das pessoas procurarem unidade de saúde com casos graves da doença", afirma a coordenadora do programa Busca Ativa, Dília Falcão.

O programa Busca Ativa atua em 220 municípios do Piauí com um total de 230 equipes multiprofissionais. "Atuamos também distribuição de testes para o diagnóstico da doença, EPI', junto com as Barreiras Sanitárias e paralelo a esses 50 municípios, continuaremos também com o trabalho nas demais cidades, onde já há atuação das equipes", ressalta a coordenadora.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.