Polícia Preso

Jornalista acusa ex-prefeito de Novo Oriente de ter mandado espalhar “fake news”

O ex-prefeito de Novo Oriente do Piauí, Marcos Vinícius, nega que tenha contratado jornalista para a divulgação de fake news

16/04/2021 15h11
Por: Redação Fonte: Piauí Hoje
Jornalista acusa ex-prefeito de Novo Oriente de ter mandado espalhar “fake news”

O titular da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI), Anchieta Nery, informou à imprensa nesta sexta-feira, 16, em entrevista coletiva que o jornalista e dono do Portal Tribuna Piauí, Thiago Maciel, alvo da Operação "Fake News", afirmou à Polícia Civil que o ex-secretário de Governo de Valença e ex-prefeito de Novo Oriente do Piauí, Marcos Vinícius, foi um dos mentores dos ataques contra políticos e um juiz eleitoral em Valença do Piauí e região. Thiago era o responsável por disseminar as fake news.

“Esse autor direto que foi alvo do mandado de busca ontem confessou os crimes e quanto a esse núcleo de Valença ele apontou que esse grupo político, capitaneado pelo então secretário de Governo, era o autor intelectual, era o mandante das agressões a essas autoridades e isso está corroborado no inquérito policial com prova técnica”, afirmou o delegado.

Segundo o delegado, existe mais de um mandante desses ataques. "Nós não temos um mentor, nós não temos um autor intelectual, nós temos alguns grupos, um grupo baseado no interior, uma pessoa baseada fora do estado e a Polícia Civil não trabalha de uma única maneira", afirmou.

O ex-prefeito de Novo Oriente do Piauí, Marcos Vinícius, nega que tenha contratado jornalista para a divulgação de fake news. Segundo ele, o contrato feito com ele era para a divulgação das ações da prefeitura do município.

 

Entenda o caso

 

A Polícia Civil do Piauí, por meio da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática - DRCI, com apoio da Diretoria de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública – DINTE/SSP, deflagrou a fase ostensiva da Operação Fake News nesta sexta-feira (16), com o cumprimento de um mandado de busca e apreensão na cidade de Teresina.

Um dos suspeitos foi identificado como Thiago Araújo Maciel, ele chegou a ser candidato a vereador da cidade de Valença no Piauí. Segundo informações, ele também é jornalista e dono de um portal de notícias da região. De acordo com a polícia, ele recebeu cerca de R$ 100 mil de cofres públicos pelas disseminações das notícias. 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.