Saúde Cuidados

Tireoide: boa alimentação combate as disfunções da glândula

"Ter o acompanhamento de um profissional da Nutrição faz toda a diferença na prevenção e tratamento de disfunções da tireoide", afirma nutricionista

25/05/2021 09h08
Por: Redação Fonte: Ascom
A Clínica Escola de Saúde da UNINASSAU Redenção oferece atendimento nutricional gratuitamente.
A Clínica Escola de Saúde da UNINASSAU Redenção oferece atendimento nutricional gratuitamente.

A alimentação correta é um tema bastante trabalhado como fonte de saúde, tratamento e prevenção de doenças. Entretanto, algumas receitas ou alimentos específicos são ditos "mocinhos" ou vilões sem o acompanhamento profissional. Como alerta, nutricionistas afirmam que a falta de informação pode afetar, por exemplo, o equilíbrio da tireoide, glândula em formato de borboleta que fica no pescoço.  

De acordo com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), 60% da população brasileira pode notar nódulos na região em algum momento da vida e, como explica a nutricionista e coordenadora do curso de Nutrição da Faculdade UNINASSAU, campus Redenção, Conceição Carvalho, a dieta saudável é capaz de interferir nesses dados.  

"Ter o acompanhamento de um profissional da Nutrição faz toda a diferença na prevenção e tratamento de disfunções da tireoide. Além disso, o hábito alimentar saudável, sempre dando prioridade aos alimentos naturais e consumindo sal moderadamente, colabora com a boa saúde da população em geral. Isso porque um dos objetivos da glândula é regular o metabolismo atuando sobre o coração, os rins e o fígado, como também trabalhar na regulação dos ciclos menstruais, na fertilidade e até no peso", pontua Conceição.  

Bastante citada como vilã no excesso de peso, a tireoide gera um acréscimo correspondente a apenas 5% no valor da balança, sendo o descontrole alimentar o principal motivo do distúrbio. Como dica, a nutricionista elenca duas substâncias importantes para o bom funcionamento da glândula e, por consequência, do desempenho de vários órgãos.  

 

- Iodo  

 

Essa substância é importante, pois possibilita a tireoide liberar hormônios responsáveis pelo crescimento físico e desenvolvimento neurológico, além da manutenção da temperatura corporal, e outros. O Iodo pode ser encontrado em frutos do mar, algas, sal de cozinha, peixes e vegetais.  

 

- Selênio  

 

A concentração desse mineral é alta na tireoide e protege as células da glândula dos ataques de agentes externos. Para suprir o consumo indicado diariamente, duas castanhas-do-pará são suficientes.    

O médico endocrinologista é o profissional mais indicado para o acompanhamento das disfunções da tireoide. Promovendo o bem-estar social e colaborando para que haja uma assistência completa, a Clínica Escola de Saúde da Faculdade oferece atendimento nutricional gratuito, com consultas de segunda a sexta-feira presencialmente ou por teleatendimento. Os interessados devem entrar em contato pelo número (86) 3194.1819 e realizar o agendamento. 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Viver Bem
Sobre Viver Bem
Dicas de como manter a saúde em dia através da adoção de uma rotina simples para sua vida!