Polícia Corpus Christi

Feriado prolongado termina com 16 acidentes e 4 óbitos nas rodovias do Piauí

Destes, oito foram ocorrências graves que resultaram em quatro óbitos. PRF lavrou 1.234 autos de infração de trânsito.

07/06/2021 10h33
Por: Redação Fonte: Com informações da PRF
Divulgação / PRF
Divulgação / PRF

O Piauí contabilizou um dado preocupante nos últimos dias. Durante o feriado de Corpus Christi, o Estado teve 16 acidentes ocorridos em suas rodovias federais. O dado foi informado nesta segunda (07) pela Polícia Rodoviária Federal no balanço das ocorrências da Operação Corpus Christi, que aconteceu entre os últimos dias 02 a 06.

Dentre estes 16 acidentes contabilizados, oito foram de natureza grave. Ao todo, 21 pessoas ficaram feridas nestas ocorrências e quatro perderam a vida. Mas, apesar de os dados inspirarem preocupação, a PRF esclareceu que eles estão no mesmo patamar dos dias rotineiros nas rodovias federais piauienses.

A região que mais chamou a atenção foi a do litoral piauiense, onde percebeu-se um aumento no fluxo de veículos, sobretudo na BR-343. Mas a despeito da quantidade de veículos circulando por aquela porção do Estado, os acidentes que ocorreram tiveram como causa principal a conduta inadequada por parte dos condutores. 

“Alguns acidentes foram ainda causados pelas más condições das rodovias. As principais causas foram acessar a via sem observar a presença de outros veículos, condutor que deixou de manter distância do veículo da frente, conversão proibida, reação tardia ou ineficiente do condutor, acostamento em desnível, condutor dormindo, manobra de mudança de faixa, ingestão de álcool pelo condutor, ultrapassagem indevida, pista em desnível, faixas de trânsito com largura insuficiente e demais falhas mecânicas e elétricas”, explicou o inspetor Alexandro Lima, porta-voz da PRF-PI.

A BR-343 foi a que mais registrou acidentes, com seis ocorrências. Já a BR-135 teve quatro acidentes. Os outros três ocorreram na BR-020 e na BR-222. As ocorrências com vítimas fatais aconteceram em Corrente, Fronteiras e Luís Correia.

Ao todo, a PRF abordou 1.050 veículos para fiscalização e lavrou 1.234 autos de infração por diversas desobediências às normas de trânsito. 274 motociclistas foram autuados por não usarem capacete, 55 motoristas por não usarem cinto de segurança, 134 por fazerem ultrapassagens em local proibido. 

Foram feitos também 41 testes do bafômetro e lavrados 21 autos de infração que resultaram em seis pessoas presas por  dirigirem embriagadas. A PRF lembra que as infrações mais flagradas foram justamente aquelas que têm maior potencial de gravidade em podem resultar em acidentes graves.

Já no que respeita ao combate ao crime, a PRF prendeu 24 pessoas durante a operação Corpus Christi: foram seus dirigindo sob efeito de álcool, três por recepção, duas por cumprimento de mandado, seis por crime de trânsito, sete por crimes diversos. Foram recuperados também três veículos com registro de roubo e dois que estavam adulterados. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.