Política "Acerto"

Cotado para ministério, Ciro Nogueira chamou Bolsonaro de 'fascista' em 2017

Presidente nacional do PP, Ciro levou seu partido para a base do governo. Tornou-se membro da CPI da Covid, designado para integrar a tropa de choque de Bolsonaro.

21/07/2021 16h05
Por: Redação Fonte: Coluna do Tales Faria / Uol
Ciro Nogueira (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Ciro Nogueira (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Alguém já disse que a política é a arte de mudar de posição. O senador Ciro Nogueira (PP-PI), provável futuro ministro-chefe da Casa Civil de Bolsonaro para comandar a coordenação política do governo era um dos maiores aliados do PT.

Na verdade, continua se dizendo amigo pessoal do ex-presidente Luís Inácio da Silva.

Quanto ao presidente Jair Bolsonaro, eis o que ele dizia em 2017: "Bolsonaro é fascista."

Mudou de posição. Presidente nacional do PP, Ciro levou seu partido para a base do governo. Tornou-se membro da CPI da Covid, designado para integrar a tropa de choque de Bolsonaro.

Mas andava sumido da CPI, especialmente depois que o presidente resolveu bater de frente com o Congresso, por conta da aprovação do aumento de dotação para Fundo Eleitoral de 2022.

Agora, pelo jeito, Bolsonaro e o PP estão se acertando.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.