30°

Alguma nebulosidade

Teresina - PI

Cidades Transporte público

Prazo dado pela prefeitura acaba e donos de empresas de ônibus contestam proposta

A prefeitura informou que ainda não recebeu o posicionamento do SETUT.

13/09/2021 às 10h30
Por: Redação Fonte: G1 Piauí
Compartilhe:
Prazo dado pela prefeitura acaba e donos de empresas de ônibus contestam proposta

Encerrou o prazo de 48h dado pela Prefeitura de Teresina aos donos de empresas de ônibus para que eles aceitassem os pontos propostos para solução da crise no transporte público da capital. Por meio do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (SETUT), os empresários contestaram a proposta da gestão municipal.

Procurada, a prefeitura informou que ainda não recebeu o posicionamento do SETUT em relação à proposta. O poder público municipal pediu o cumprimento de sete exigências (a maioria já prevista no contrato de licitação firmado em 2015 entre a Prefeitura e as empresas de ônibus). Veja abaixo, ponto a ponto:

A assessora jurídica do SETUT, Naiara Moraes, lembrou, nesta segunda-feira (13), da proposta enviada pelo sindicato em julho, na qual os empresários citaram pontos que poderiam ser adotados para resolver o problema. Contudo, a prefeitura fez a contraproposta citada acima.

 

Os pontos sugeridos pelo SETUT em julho foram:

 

  • Revisão de cláusulas contratuais que estão atrapalhando a operação do sistema e o seu financiamento
  • Revogação de determinadas gratuidades no sistema e a extinção da função de cobrador
  • Desoneração do ICMS no óleo diesel, pneus, peças e isenção do IPVA dos ônibus
  • Operação com tarifa promocional para pagamento em espécie nos horários “entre picos” durante 30/60 dias
  • Subsídio da cota não cobrada dos estudantes e retornar o desconto de 50% para estudantes da rede privada
  • Uso mais intenso de vias e faixas exclusivas para ônibus
  • Prioridade no asfaltamento das vias dos ônibus, principalmente nas periferias
  • Escalonamento nos horários das atividades mais presentes na cidade

“A gente precisa reduzir custos, porque é muito caro manter toda essa estrutura de sistema funcionando. Exige custo de folha de pessoal, custo de combustível, de investimento. Muita coisa que os empresários precisam arcar”, destacou Naiara Moraes.

A assessora jurídica do SETUT afirmou que é preciso ainda incentivar que as pessoas voltem a utilizar o transporte coletivo, porque o aumento da demanda gera mais receita.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Teresina - PI Atualizado às 22h26 - Fonte: ClimaTempo
30°
Alguma nebulosidade

Mín. 22° Máx. 37°

Dom 38°C 22°C
Seg 39°C 23°C
Ter 38°C 23°C
Qua 39°C 22°C
Qui 40°C 24°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes